top of page

Grande BioBlitz do Hemisfério Sul - Um primeiro ano fantástico!


 

A Gande BioBlitz acaba de acabar, mas seus ecos continuarão ressoando em todo o hemisfério, até que a Terra complete mais uma volta e iniciemos nossa nova jornada de biodiversidade!


Que primeiro ano incrível! Três mil observadores participaram da Grande BioBlitz do Hemisfério Sul, coletando mais de 90.000 observações de mais de 12.000 espécies ao redor do globo! O projeto guarda-chuva agora representa uma exibição fantástica e abertamente acessível de observações da biodiversidade por cientistas cidadãos. Este banco de dados é um tesouro para naturalistas, educadores, pesquisadores e qualquer pessoa interessada na natureza, basta escolher um projeto de qualquer lugar do mundo e explorar as observações que cientistas cidadãos fizeram de sua flora e fauna locais.


Este é um retrato incrível da biodiversidade do hemisfério sul

 

Para nos ajudar a encontrar e publicar as observações mais incríveis que você fez, 'favorite' suas próprias observações ou as de outro usuário para que possam ser facilmente encontradas na página de estatísticas do projeto.


 

A participação foi maior do que qualquer coisa que poderíamos ter previsto! A incrível resposta da América do Sul pegou a todos nós de surpresa com centenas de novos usuários para o iNaturalist documentando suas observações no site. Lima no Peru teve 229 participantes com 6.485 observações; a região de Huila na Colômbia com 114 participantes fazendo 3.506 observações; Quito e Pichincha no Equador tiveram 144 participantes com mais de 2.000 observações e Curitiba no Brasil teve mais de 1.573 observações de 514 espécies.


Um Beija-Flor-Tesoura no Brasil - Diogo Luiz

Também no Brasil, uma Choca-listrada - Carlos Dutra


Confira a diversão que esse grupo da Colômbia teve no fim de semana:

 

Não tão surpreendente, mas ainda assim muito impressionante, foi a capacidade da Cidade do Cabo de mobilizar naturalistas em um prazo tão para sair e observar o mundo natural - e compartilhar o que encontraram. Há impressionantes 16.066 observações de 2.370 espécies atualmente atribuídas àquela região durante o fim de semana da GBS. Outra contribuição fantástica para o registro da biodiversidade da África do Sul, consolidando ainda mais seu lugar como líderes globais de pesquisas de biodiversidade por ciência cidadã. Seus vizinhos em Garden Route também se empenharam em fazer mais de 4.000 observações de cerca de 1.500 espécies.

Confira essa observação incrível de um Caracal por Gigi Laidler (@gigilaidler).


Tony Rebelo (@tonyrebelo) registrou mais de 2.000 observações durante a GBS - ele é um campeão de conhecimento da biodiversidade da África do Sul (especialmente botânica), curador no iNaturalist e facilitador altamente considerado para a comunidade local de naturalistas. É certo que ele desempenha um grande papel nas atuações destacadas contínuas da região sul-africana. Aqui estão algumas das observações de Tony durante a GBS:


Sequência de fotos começando no topo à esquerda: Um Fynbos Lesser Double-collared Sunbird, Besouro em uma flor, Lessertia capensis, am Phasmid, Pterygodium volucris, uma mosca varejeira, uma borboleta.


Ainda neste continente incrível, apenas um pouco ao norte - de Zimbabwe, Daniel Rautenbach (@spidermandan) junto de outros 14 observadores entusiasmados registraram fotos fantáticas da flora e fauna Africanas, como este pequeno Tiger Thick-toed Gecko:



Botswana recém chegou à BioBlitz e já registou observações incríveis de inúmeras espécies, incluindo esses grandes, e sem dúvida lindos, elefantes listados como espécies vulneráveis.



Todos deveriam se orgulhar desse incrível esforço. Conseguimos nos reunir, digitalmente, durante um dos anos mais drásticos e desafiadores de nossas vidas.


Sabemos que o desafio para a proteção da biodiversidade continuará. Movimentos como esses, que envolvem e estimulam as pessoas a compreender, apreciar e explorar a biodiversidade ao seu redor, têm um papel importante a desempenhar, se quisermos virar a maré contra a extinção em massa de espécies que ocorre atualmente em todo o planeta.

 

Agora, no terreno da minha casa, a Costa do Surf, temos feito bioblitz por alguns anos, com aumentos modestos, mas constantes, na participação e nas observações a cada vez. Totalizamos mais de 400 espécies para a GBS, que é o nosso melhor resultado até agora. Este ano, alguns novos observadores se juntaram à festa, incluindo a lendária local Marg Macdonald, que escreveu o livro sobre as plantas e orquídeas locais e contribuiu com 40 observações.


Ainda estávamos sentindo o resto de frio do extremo Inverno no início de agosto com o clima se voltando contra nós no extao momento em que a GBS começou, com muita chuva e até neve (!), apenas para contradizer o clima perfeito que se instaurou durante o evento.


Uma das principais forças motrizes por trás da BioBlitz de primavera foi para que pudéssemos capturar e observar adequadamente as plantas com flores. Junto com o Parque Nacional Gariwerd, a Costa do Surf é um dos melhores lugares em Victoria para ver flores silvestres. Um total de 240 espécies de plantas foram vistas, incluindo 31 espécies de orquídeas.


(Da esquerda para a direita - Large White Spider - Caladenia venusta, Eastern Mantis - Caladenia tentaculata, Waxlip - Caladenia (syn.Glossodia) major, Large White getting a hug from Heart Lipped - Caladenia cardiochila, Maroonhood - Pterostylis pedunculata, Donkey Orchid -Diuris orientis)

 

Eu me diverti muito caminhando sozinho ao longo de uma única trilha, tentando fotografar borboletas ou libélulas voando descontroladamente (quando o sol apareceu brevemente). A certa altura, um Kookaburra Risonho se abaixou e espetou algo com o bico, eu levei a câmera aos meus olhos e apontei a lente objetiva em sua direção ... mas o que quer que fosse, desceu pela garganta antes que eu pudesse tirar uma foto, 'teria sido legal' eu pensei comigo mesmo.


Aqui estão algumas das minhas observações da Costa do Surf Surf Coast project:


Fiquei emocionado ao ver este imaturo Águia-do-mar de barriga branca(immature White-bellied Sea Eagle) voando baixo sobre o córrego Distillery em Aireys Inlet, ele deveria estar caçando dado como os patos começaram a voar para longe e vocalizar em alarme! Esta é a prole de um dos únicos dois casais reprodutores nesta região.


As aves são uma característica ativa na primavera e existem alguns locais de observação na Costa do Surf. Se você tem tempo para caminhar, ouvir, rastejar e esperar pacientemente, a fotografia de aves é certamente um dos mais gratificantes e emocionantes encontros com a natureza que você pode experimentar. Alguns podem não gostar dessa comparação, mas para mim não há como escapar da dualidade com a caça, a emoção de caçar, mirar e atirar. E a sensação de recompensa depois, ou o fascínio de um quase acidente. A grande diferença é que não estou deixando nada morto, capturei um momento especial e uma memória para compartilhar e cuidar.


Do topo à esquerda: Eastern Yellow Robin em um tronco de Ironbark, Crested-shrike Tit, Golden Whistler, Rufous Whistler, White-naped Honeyeater, Gang-Gang Cockatoo, Hooded Plover, Blue-winged Parrot.

 

O mar agitado e o frio intenso não foram muito convidativos para mergulhar e usar minha nova câmera subaquática. Mas a biodiversidade não ia se observar sozinha! Então eu ajustei a roupa de neoprene e tentei. Claro que a visibilidade era terrível, mas o enorme esforço foi recompensado com esta única observação de um Salmonete de Olhos Amarelos. Valeu a pena!


Outros conseguiram fotos de melhor qualidade de fora d'água, como este Smooth Toadfish observado por Alison Watson:



Na verdade, apenas caminhar pelas praias rendeu mais peixes do que os que eu consegui mergulhando.


No topo é um Bacamarte comum, Neosebastes scorpaenoides. Abaixo é uma espécie de Meuschenia.

Para mim, a GBS foi mais uma chance de fazer um levantamento e desfrutar da rica biodiversidade na qual tenho o privilégio de viver, e espero que haja mais Surf Coasters se juntando a essa oportunidade no próximo ano.

 

Todos deveriam se orgulhar desse incrível esforço. Conseguimos nos reunir, digitalmente, durante um dos anos mais drásticos e desafiadores de nossas vidas. Sabemos que o desafio para a proteção da biodiversidade continuará. Movimentos como esses, que envolvem e incentivam as pessoas a compreender, apreciar e explorar a biodiversidade ao seu redor, têm um papel importante a desempenhar se quisermos virar a maré contra a extinção em massa de espécies que ocorre atualmente em todo o planeta.


Existem muitas razões pelas quais eu uso o iNaturalist para armazenar e documentar minhas observações de biodiversidade, mas eu estaria realmente interessado em ouvir sobre as suas. Se eu pudesse fazer algumas perguntas às pessoas que estiveram envolvidas no GSB deste ano, elas seriam:


* Você gostou de participar?

* O que você tirou desse evento?

* Por que você decidiu participar?


e,

* Gostaria de participar de novo?


Sinta-se à vontade para comentar suas respostas abaixo.

 

Este é o perfil de um novo usuário iNaturalist, @jadeybird, que se inscreveu especialmente para contribuir com a GBS e se esforçou para terminar no topo da classificação do projeto Greater Melbourne Bioblitz , em ambos os números de observações (414), e número de espécies (142). Muito bem Jade!

Você gostou de participar do GSB?

Sim! Foi divertido sair de casa (respeitando as recomendações do COVID), caminhar na natureza e observar animais e plantas. Minha filha de 7 anos também se meteu nisso e nós gostamos de caçar insetos e colocar uma tela para detectar mariposas juntos ao anoitecer, foi lindo envolvê-la na ciência cidadã!

Quais foram suas observações favoritas?

Minha última observação foi muito especial, eu tinha acabado de arrumar minha câmera e estava entrando no meu carro quando notei algum movimento no canto do meu olho e pensei que iria investigar rapidamente - era uma eqhidna!

Eu também gostei de tirar fotos de pássaros, as muito pequenas e rápidas são um desafio de fotografar, mas foi muito gratificante quando consegui tirar uma foto bem focada!



Você está ansioso para o próximo ano? Sim definitivamente! Já comecei a pesquisar caminhadas locais menos conhecidas, especialmente aquelas conhecidas por orquídeas nativas. Também estou esperando por um clima melhor, parecia que toda a vida selvagem que geralmente está no meu bairro estava se escondendo do frio e da chuva este ano!


Por que você acha que as pessoas deveriam se envolver?

É uma coisa realmente interessante e gratificante de se fazer. Descobri que agora que faço caminhadas, vejo tudo de uma forma um pouco diferente e noto mais a incrível biodiversidade da natureza ao meu redor.

 

Estou sentindo o amor mútuo pela natureza em todo o hemisfério sul agora mesmo!


A equipe GBS gostaria de agradecer a todos os organizadores regionais do projeto e a absolutamente todos que contribuíram com observações e fizeram deste projeto um sucesso. Estou ansioso por 2021 (em mais de uma maneira!).


Felicidades,


Pete Crowcroft (@possumpete) e toda a equipe organizadora GBS.



(Pete is an environmental educator from the Surf Coast in Victoria, Australia and works for the Great Ocean Road Coast Committee)


29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page